DESDE MAIO

DE 1999

NOSTRADAMUS - A HORA DA VERDADE

O MAIOR, MELHOR, E MAIS SÉRIO SITE EM PORTUGUÊS SOBRE NOSTRADAMUS

 

 Site editado por Wilson A de Mello Franco - Autor de 20 livros sobre Nostradamus.

FINALMENTE VOCÊ ENCONTROU UM SITE DE VERDADE SOBRE NOSTRADAMUS!

 

Menu Nostradamus

Menu Profecias

Contato - Imprensa

Cabala

Livros do Autor do Site

 ® DIREITOS RESERVADOS - EDITORA SÉCULO XXI LTDA

 Proibida a cópia de qualquer parte deste site, para qualquer fim, sem autorização dos autores.

 LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.      

 

 

PROFETAS E PROFECIAS

 

A PROFECIA DO PAPAS DA MONJA DE DRESDEN

 

ESPECIAL

SOBRE A

 

Sucessão Pontifícia 2013

  VEJA TAMBÉM:

 

A FABULOSA PROFECIA DOS PAPAS DE SÃO MALAQUIAS

[parte 1]   [parte 2]   [parte 3]   [o papa negro]

 

O FUTURO DA IGREJA SEGUNDO A SENHORA DE TODOS OS POVOS

 

 

ELEIÇÃO DO ATUAL PAPA FRANCISCO

SEGUNDO A MONJA DE DRESDEN

 

Por Wilson A de Mello Franco

 

Essa religiosa, nascida provavelmente em 1680 e falecida ainda jovem em 1706, viveu num convento da cidade alemã de Dresden. O Espírito Santo lhe concedeu o dom da profecia. Previu a própria morte! Deixou várias mensagens proféticas, mas cerca da metade se perdeu no decorrer do tempo.

O texto abaixo sobre a sucessão pontifícia de 1721 até o atual papa FRANCISCO   faz parte de uma carta, que ainda se conserva, que ela enviou em 1703 ao então papa Clemente XI. Este é o início da carta:

 

  “O mui Clemente Vigário na terra de Nosso Senhor, Jesus, nosso Salvador, quis um novo Francisco a sua mesa porque toda a Igreja necessitava ser lavada e purificada..." [encerra um segredo do duplo papado: veja meu livro A Profecia dos Papas de São Malaquias]

 

Ela acrescenta que "O último carro (papado) será o mais pesado".

 

Cada "cavalo" é um papado, e observe que o último é um louco! Mas não se trata de FRANCISCO. Porque ele é seria o último papa em ROMA, mas não da Igreja. Mas, observe, o novo FRANCISCO será "vigário na terra de Nosso Senhor, Jesus,", ou seja JERUSALÉM.

 

VEJA POR QUE O PAPA FRANCISCO NÃO É O ÚLTIMO PAPA DA IGREJA

 

"Vejo os cavalos do último carro e o cocheiro que já enlouqueceu.

Vejo os cavalos um por um, e o lugar deles é o seguinte:

 

INCRÍVEL: ELA ACERTOU TODOS OS PAPADOS DESDE 1721, QUANDO ELA MANDOU A CARTA

 

Cavalo Branco, com o sinal do Leão.

Papa eleito: Leão XIII.

 

Cavalo Branco: a Paz: seu papado transcorreu em tempo de paz.

Cavalo Preto, com o sinal da Piedade.

Papa eleito: Pio X, que ficou conhecido como o Papa Santo

 

Cavalo Preto: a Morte: A I Guerra Mundial começa em seu papado.

Cavalo Amarelo, com o sinal da Benção.

Papa eleito: Bento XV (ou Benedito XV), palavra associado a Benção.

 

Cavalo Amarelo: bens materiais: Apesar da guerra, a Igreja não perde bens.

Cavalo Vermelho, com o sinal da Piedade.

Papa eleito: Pio XI.

 

Cavalo Vermelho: Revolução, sangue, comunismo: em seu papado URSS se normatiza e no final de seu papado Hitler entra em cena, e alguns meses depois tem início a II Guerra Mundial.

Cavalo Amarelo, com o sinal da Piedade.

Papa eleito:  Pio XII

 

Cavalo Amarelo: bens materiais. Uma concordata firmada entre o papa e Hitler garante que os bens da Igreja permaneçam intactos durante toda II Guerra. Válida inclusive se Hitler ganhasse a guerra. Nem a vida dos judeus perseguidos valeu tanto quanto os bens!

 

Cavalo Vermelho, com o sinal do Precursor.

Papa eleito: João XXIII. Nome do precursor de Jesus, João Batista.

 

Cavalo Vermelho: Revolução, sangue, comunismo: A URSS está em evidência, e o mundo nunca esteve tão perto de uma guerra nuclear: construção do "muro da vergonha" (Muro de Berlim), crise dos mísseis em Cuba, a cortina de ferro.    

Cavalo Preto, com o sinal de Benjamim.

Papa eleito: Paulo VI.

 

Benjamim é um dos 12 filhos de Jacó, chamado Israel, patriarca do povo judeu. Paulo VI é o primeiro papa a visitar Israel.

 

Cavalo Preto: a Morte: símbolo do inferno, por extensão de Satanás.

No decorrer de seu papado Paulo VI fez vários discursos ressaltando o processo de autodestruição em que a Igreja estava adentrando. Em 29 de junho de 1972, ele declarou: "A partir de alguma fissura a fumaça de Satã entrou no templo de Deus". (Documentação Católica, 1972, col. 658).

Cavalo Branco, com o sinal da Piedade.

Papa eleito: João Paulo I

 

Seu jeito angelical e piedoso incomodou muita gente, e menos de cinco semanas de sua eleição teria sido assassinado, segundo muitas teorias conspiratórias publicadas na imprensa.

 

Cavalo Branco: a paz. Seu nome era Albino Luciani.

Logo no início de seu papado mostrou disposição em levar a Igreja a dialogar com os soviéticos ateus. Foi quando teria assinado sua sentença de morte. Nostradamus diz que lhe deram de comer "muito bom doce" (bombom) envenenado.

Brasão de João Paulo II

 

Anjo Mestre de Josafá, com o sinal dos Doze.

Papa eleito: João Paulo II

 

O sinal dos doze apóstolos é a cruz: o brasão de João Paulo II é composto por uma grande cruz, que o toma inteiramente.

É ainda uma referência ao apóstolo Paulo, conhecido como o Apóstolo dos Gentios devido às suas viagens na difusão do cristianismo. A caminho de Damasco, quando ainda era Saulo, Paulo vê no céu um sol fulgurante, e é a partir daí que se torna Paulo, o valoroso cristão.    

Do mesmo modo João Paulo II faz numerosas viagens apostólicas (foi o papa que mais viajou na história da Igreja), sendo cognominado O Peregrino Apostólico. Na célebre Profecia dos Papas de São Malaquias recebe o codinome de O Trabalho do Sol

 

Anjo Mestre de Josafá: Menção a São Josafá, "o flagelo dos cismáticos". João Paulo II liquidou os movimentos inovadores dentro da Igreja, principalmente a Teologia da Libertação, um movimento que ele considerava marxista.

Josafá é um vale em Israel, também chamado de Vale do Armagedom, onde a Bíblia diz que ocorrerá a grande batalha final entre o bem e o mal, as forças de Cristo contra as do Anticristo.

Anjo de Josafá, com o sinal da Glória.

Papa eleito: Bento XVI

 

Brasão de Bento XVI:

- Um papa (ou antipapa) negro.

- Um papa (ou antipapa) ligado

à Rússia (simbolizado pelo URSO)

- Um papa UNIVERSAL (simbolizado

pela VIEIRA, o "sinal da glória" de ISRAEL,

a Oliveira santa que

domará a Oliveira brava, conforme nos

informa São Paulo em  Romanos 11: 17)

 

Na profecia dos papas Bento XVI é nomeado Glória da Oliveira. Em sua eleição, em abril de 2005, ele escolheu seu título pontifício em homenagem a São Bento, fundador da Ordem dos Olivetanos. A oliveira é o símbolo (sinal) profético de Israel (porque o povo judeu, de acordo com a Bíblia, é a glória de YHVH): pelo que o lema pode ser lido "com o sinal de Israel".

 Bento XVI aos 16 anos foi soldado de Hitler, o maior perseguidor moderno do povo judeu. Da grande perseguição renasce o Estado de Israel, considerado o primeiro grande sinal para o fim dos tempos.

 

VEJA MEU NOVO LIVRO

 (lançamento em março, 2013)

7 SINAIS PARA O FIM DOS TEMPOS: A ESPADA NÃO TOCA A TERRA.

 

Como tentassem lhe colar o epíteto de "o papa nazista" Bento XVI mostra-se conciliador: dialoga com teólogos judeus e tem boa reputação entre este povo: em 2009 em tom conciliador visita Israel e Palestina, mas não escapa de se ver envolvido poucos dias antes da viagem no escandaloso caso do bispo inglês Richard Williamson que negou o Holocausto dias depois de ter sido anistiado pelo papa de sua excomunhão anterior. Pegou mal, e o papa exige que Williamson se retrate publicamente ou revogaria seu perdão. Portanto, é um homem marcado pelo "sinal da Glória". A VIEIRA, no brasão de Bento XVI corresponde ao papa glorioso, que todas as profecias indicam será de ascendência judaico-cristã.

 

SEGUE       PAPA FRANCISCO

 

 

  VEJA TAMBÉM:

O FUTURO DA IGREJA SEGUNDO A SENHORA DE TODOS OS POVOS

Veja o que Nossa Senhora disse na Holanda sobre a futura nova Guerra na Coreia

 

TODO MUNDO TEM A BOMBA ATÔMICA, ENTÃO POR QUE O IRÃ NÃO PODE TER?

 Coreia do Norte e Irã estão "ficando". Vai dar casamento?

 

SETE SINAIS PARA O FIM DOS TEMPOS

A ESPADA NÃO TOCA A TERRA

 

 

 

O SEGREDO DA PROFECIA DOS PAPAS DE SÃO MALAQUIAS

 

Onde os outros autores pararam, este autor  vai muito mais além. O autor dá um novo enfoque para uma das mais importantes Profecias de todos os tempos. Uma outra realidade, uma primorosa análise da profecia arcana de  São Malaquias. TOTALMENTE ILUSTRADO.

 

       LIVRO ELETRÔNICO OU IMPRESSO  aprox. 230 páginas    [livraria]