DESDE MAIO

DE 1999

NOSTRADAMUS - A HORA DA VERDADE

O MAIOR, MELHOR, E MAIS SÉRIO SITE EM PORTUGUÊS SOBRE NOSTRADAMUS

 

 Site editado por Wilson A de Mello Franco - Autor de 20 livros sobre Nostradamus.

FINALMENTE VOCÊ ENCONTROU UM SITE DE VERDADE SOBRE NOSTRADAMUS!

 

Menu Nostradamus

Menu Profecias

Contato - Imprensa

Cabala

Livros do Autor do Site

 ® DIREITOS RESERVADOS - EDITORA SÉCULO XXI LTDA

 Proibida a cópia de qualquer parte deste site, para qualquer fim, sem autorização dos autores.

 LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.      

 

 

    "Será uma víbora, e no tempo trocará muitas mudas"

 - diz o profeta intitulado

Mago Ladino

 

    O  ANTICRISTO

   

      Por: Wilson A de Mello Franco

 

      Fala-se na figura do anticristo desde os primórdios do cristianismo, e este epíteto já foi imputado a várias personalidades más no decorrer da história.

 

   Mas, a julgar pelos grandes prodígios que fará - tanto militar como paranormais -,  é certo que essa personagem ainda não entrou em cena.  

                       

               Quem será o anticristo? 

 

 

    Difícil resposta. Mas numa coisa todas as profecias concordam: ele será um grande tartufo.

 

       Se a figura do Grande Monarca é misteriosa, embora racional, a do anticristo excede qualquer lógica, porque, na verdade, é possível que venham a existir não um, mas vários anticristos, embora os profetas deem maior destaque aos dois últimos e mais notáveis.

           

         Nostradamus relata, na Epístola ao Potentíssimo Henrique, que o Império do Anticristo descerá do montes Altai, “em grande número e inumerável” (o Livro da Revelação fala em 200 milhões de soldados!). Neste caso, ele é um asiático, e em importância, o segundo Anticristo. O primeiro e mais enigmático, e muito mais violento, “que de ninguém terá piedade”, também seria asiático, e Nostradamus ressalta que ele será  “negro, branco à moda da Índia” (VII 2).

    

     Isso, entretanto, não significa muito, já que ele também informa que haverá TRÊS anticristos, sendo o segundo pior que o primeiro e o terceiro cabará a obra iniciada pelos outros dois. Estaremos então no fim dos tempos! 

 

        Para a Senhora de Todos os Povos, este é um homem que medita e que vem do Oriente, a Índia. A Senhora o mostra sentado, com mãos sobre a cabeça, e comenta: “Os que meditam é que executam o aniquilamento do mundo”. Um monge budista e/ou um guru? A frase é forte, mas lembremos que ele é um tartufo!  

 

            Frei Johannes, alemão, em 1640, vaticinou: 

 

            “Surgirá nas margens do Danúbio um homem que merecerá o nome de Anticristo”. Sua conterrânea, Santa Odila, o confirma, em sua profecia feita por volta do ano 700: “... o tempo em que a Alemanha será chamada a nação mais belicosa da Terra. É a época que surgirá  em  seu seio o guerreiro terrível, o qual empreenderá a guerra contra o mundo, e a quem os homens que estão sob as armas chamarão de o Anticristo... O conquistador surgirá nas margens do Danúbio. Ele será  um  chefe notável  entre  todos os homens: a guerra que empreenderá será a mais terrível  que  os homens jamais sofreram, até o cume das montanhas...”

 

      É claro que qualquer exegeta (incluindo eu) veria nestas predições a figura de Hitler. Particularmente por que se trata de profetas alemães. Mas repare que está dito que ele merecerá ser chamado de o Anticristo, o que nos induz a pensar que, embora merecesse, de fato não o é. A Alemanha voltaria a ser palco de acontecimentos demoníacos como o foi no tempo dos nazistas? Segundo a Senhora de Todos os Povos, sim! E quem seriam as vítimas ou bodes expiatórios desta vez? Os imigrantes muçulmanos.

 

            

Santa Hildegarda

Uma das mais impressionantes profecias

que conheço sobre o Anticristo

 

 Mediante tais profecias, e daquilo que a História mostrou, alguns intérpretes acreditam tratar-se de Hitler, que nasceu na Áustria, região do Danúbio. Pelo que fez realmente merece ser ser chamado de anticristo, mas não o é. Inclusive Hitler era católico, foi coroinha, ia na igreja e rezava, e exigia que seus líderes se casassem na Igreja. 

 

  Para outros profetas, porém, o Anticristo será originário da tribo israelita de Dan, e identificam-no com um antipapa.

          

     Isso implica dizer que o Anticristo não será apenas uma pessoa, mas ao menos três. Nostradamus cita claramente três, e que muitas vezes seus intérpretes incluem entre eles Napoleão e Hitler, e um terceiro que surgiria nas proximidades do Final dos Tempos.

 

     Essa interpretação naturalmente é falha, já que o Anticristo vai se servir de um sistema de coisas apropriado à sua missão, o mundo estará num sistema de coisas preparado para o seu aparecimento, o que não foi o caso nem na época de Napoleão ou de Hitler.

 

    Além disso, nem Napoleão ou Hitler perseguiram cristãos. Ainda que Napoleão lançasse suas hordas bélicas contra o Vaticano, chegando mesmo a saqueá-lo, tanto na França tanto na França de Napoleão ou na Alemanha de Hitler a religião era livre. Napoleão inclusive se casou na catedral de Notredame, com presença e os auspícios do papa. Nem Napoleão ou Hitler se colocou como chefe da religião, como o fará o Anticristo que sentar-se-á no trono de Pedro como se fosse Deus, como diz São Paulo. E aqui, novamente, a suspeita de que o Anticristo - ao menos um deles - será um antipapa. Não é difícil chegar a esta conclusão, uma vez que os três títulos que o papa usa em sua tiara pontifícia somam cada um exatos 666 se calculado pelo valores da letras latinas! É muita coincidência, não é? 

 

           

                                                                                                                                   SEGUE