DESDE MAIO

DE 1999

NOSTRADAMUS - A HORA DA VERDADE

O MAIOR, MELHOR, E MAIS SRIO SITE EM PORTUGUS SOBRE NOSTRADAMUS

 

 Site editado por Wilson Mello Franco - Autor de 20 livros sobre Nostradamus.

FINALMENTE VOC ENCONTROU UM SITE DE VERDADE SOBRE NOSTRADAMUS!

 

Menu Nostradamus

Menu Profecias

Contato - Imprensa

Cabala

Livros do Autor do Site

 ® DIREITOS RESERVADOS - EDITORA SCULO XXI LTDA

 Proibida a cpia de qualquer parte deste site, para qualquer fim, sem autorizao dos autores.

 LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.      

 

 

EPSTOLA A HENRIQUE

 

Continuao da PGINA ANTERIOR

 

 

Todavia, vendo vosso esplendor Real, acompanhado de uma incomparvel humanidade, dirijo-me a vs no como aos Reis da Prsia, que no de modo algum permitido chegar-se a eles, nem ao menos deles se aproximar. Mas a um mui prudente, a um mui sbio Prncipe, eu consagrei minhas noturnas e profticas suputaes, compostas ante um instinto natural, acompanhado de um furor potico, seno pela regra da poesia, e a maior parte composta de acordo com o clculo Astronmico, correspondente aos anos, meses e semanas, das regies, pases, e da maior parte das cidades pequenas e grandes, de toda a Europa, compreendendo a frica e uma parte da sia pelas mudanas das regies, que se aproximam da maior parte de todos esses locais, e composta por uma faco natural. Responder aquele que quiser meter o bedelho, que a rima um tanto fcil, bem como a inteligncia do sentido difcil. E por isso, mui humanssimo Rei, a maior parte das quadras profticas so de tal modo escabrosas, que no se saberia  dar-lhes sentido, e nem ao menos algumas interpretar. Todavia, esperando deixar por escrito os anos, cidades pequenas e grandes, e as regies onde a maior parte advir, mesmo os anos de 1585 e 1606, a comear desde o tempo presente, que quatorze de maro de 1557. E indo muito mais longe, at o advento que ser  depois do comeo do stimo milnio, profundamente calculado, o tanto que meu clculo astronmico e outro saber puderam se estender, onde os adversrios de Jesus Cristo e de sua Igreja comearo pulular mais forte. Tudo foi calculado em dias e horas, escolhidos e bem dispostos, e o mais precisamente que me foi possvel. E tudo com a Sabedoria livre e sem detrimento, suputando bem como os acontecimentos dos tempos que viro, quanto das pocas passadas, compreendendo o presente, e aquilo que pelo curso do tempo em todas as regies se conhecer chegar, tudo ainda nomeado como escrito, no colocando a nada de suprfluo, ainda que se diga: Portanto, a verdade do futuro no completamente determinada.  bem verdade, meu Senhor, que pelo meu instinto natural que me foi dado pelos meus avs, no pensava que fazia pressgio, e ajustando e acordando aquele instinto natural com a minha longa suputao unido, e esvaziando a alma, o esprito e a coragem de todo cuidado, solicitude e aborrecimento, pelo repouso e tranquilidade do esprito. Tudo acordado e pressagiado por meio de um trpode de bronze. Ainda que sejam vrios os que me atribuem aquilo que de certo modo meu, bem como aquilo que no de modo algum, s Deus eterno, que o perscrutador das obras humanas pias, justas e misericordiosas, e o verdadeiro juiz ao qual eu imploro que me venha defender da calnia dos malvados que viro tambm caluniosamente perguntar por qual causa todos os vossos antiqussimos progenitores, Reis de Frana, curaram os tumores, e outras naes curaram a mordida da serpente, e outros tiveram algum instinto da arte divinatria, e de outros casos que sero aqui bastante relatados. No obstante, queles da malignidade do esprito do mal no ser [minha Obra] compreendida pelo curso do tempo e aps a minha extino terrena, ainda mais ser  minha obra conhecida que quando em vida, e se entretanto nos meus clculos das pocas eu falho [engano], no se poderia ser conforme a vontade de alguns. Queira vossa mais que imperial Majestade me perdoar, protestando diante de Deus e seus Santos, que eu no pretendo colocar nada por escrito na presente carta, que seja contra a verdadeira f Catlica, conferindo os clculos astronmicos conforme meu saber: pois o espao de tempo de nossos primeiros antepassados que nos precederam so tais, remetendo-me sob a correo do mais so julgamento, que o primeiro homem Ado, veio antes de No cerca de mil duzentos e quarenta e dois anos, no computando o tempo pela suputao dos Gentios, como colocou por escrito Varro: mas to somente segundo as santas Escrituras, e segundo a fraqueza de meu esprito, nos meus clculos astronmicos. Depois de No, dele e do dilvio universal, veio Abrao, cerca de mil e oitenta anos, o qual foi um soberano Astrlogo, e segundo alguns, [foi ele] que primeiro inventa [registra, compila] as letras [escrituras] Caldeias [o Zohar, Livro do Esplendor, a base da Qabalah, cuja autoria alguns cabalistas atribuem a Abraho]: depois veio Moiss cerca de quinhentos e quinze ou seis anos, e entre os tempos de Davi e Moiss, passaram-se quinhentos e setenta anos, mais ou menos. E depois, entre o tempo de Davi e o tempo de nosso Salvador e Redentor Jesus Cristo, nascido da nica Virgem, passaram-se (segundo alguns Crongrafos) mil trezentos e cinquenta anos. Algum poder objetar que esta suputao no verdadeira, por isso que ela difere da de Eusbio. E desde os tempos da humana Redeno at a seduo detestvel dos Sarracenos, passaram-se seiscentos e vinte e um anos, mais ou menos, e depois disso pode-se facilmente coligir quais tempos so passados, embora minha suputao no seja boa e vlida para todas as naes, por isso que tudo foi calculado pelo curso celeste por associao da emoo infusa a certas horas abandonadas, pela emoo dos meus antigos progenitores: Mas a injria do tempo, Serenssimo Rei, requer que tais acontecimentos secretos no sejam manifestados seno por sentena enigmtica, no tendo seno um nico sentido, e nica inteligncia, sem a ter colocado nada de ambguo nem clculo duvidoso: mas a maioria sob nebulosa obscuridade por uma natural infuso, aproximando pela sentena de um dos mil e dois profetas que existiram desde a criao do mundo, conforme o clculo e Crnica pnica de Joel. Derramarei meu esprito sobre toda carne e vossos filhos e filhas profetizaro. Mas tal profecia procedia da boca do Esprito Santo, o qual era a soberana pujana eterna, adjunto com a celeste, sem a qual nenhum daquele nmero prediriam os grandes e maravilhosos acontecimentos: Eu, neste particular, no atribuo a mim de modo algum tal ttulo. Antes a Deus no agrade, pois eu bem confesso que tudo vem de Deus, e a ele dou graas, honra e louvor imortal, sem a haver misturado adivinhao que provm  da ignorncia dos mortais: mas pela natureza de Deus, e a maior parte acompanhada do movimento do curso celeste, tal como vendo num espelho ardente, como por viso nebulosa, os grandes acontecimentos tristes, prodigiosos, e os acontecimentos calamitosos que se aproximam das principais religies. Primeiramente dos templos de Deus, e depois por aqueles que so terrestremente sustentados vai se aproximar tal decadncia, com mil outros calamitosos acontecimentos, que pelo curso do tempo se conhecer chegar: pois Deus atentar a longa esterilidade da grande senhora, que pouco depois conceber dois filhos principais: mas ela periclitando, aquela a quem lhe ser destinado periclitar de morte na poca da temeridade no dcimo oitavo [sculo], no podendo passar [a monarquia francesa] do trigsimo sexto [rei], restando trs homens e uma mulher, e ter dois [filhos], [e] aquele que no teve jamais o mesmo pai, abandonar [Lus XVII a torre do Templo], haver dois [imperadores], que ento ceder [na futura continuidade da monarquia] a trs homens e uma mulher,  aquele que no teve jamais o mesmo pai, os trs irmos estaro em tais diferenas, depois unidos e de acordo, quando trs quartos da Europa tremero: 

     . . . 

 

 

CONTINUA