DESDE MAIO

DE 1999

NOSTRADAMUS - A HORA DA VERDADE

O MAIOR, MELHOR, E MAIS SÉRIO SITE EM PORTUGUÊS SOBRE NOSTRADAMUS

 

 Site editado por Wilson A de Mello Franco - Autor de 20 livros sobre Nostradamus.

FINALMENTE VOCÊ ENCONTROU UM SITE DE VERDADE SOBRE NOSTRADAMUS!

 

Menu Nostradamus

Menu Profecias

Contato - Imprensa

Cabala

Livros do Autor do Site

 ® DIREITOS RESERVADOS - EDITORA SÉCULO XXI LTDA

 Proibida a cópia de qualquer parte deste site, para qualquer fim, sem autorização dos autores.

 LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.      

 

 

A FABULOSA PROFECIA DOS PAPAS DE SÃO MALAQUIAS

 

O SEGREDO DE MALAQUIAS

 

[parte 1]   [esta pág. parte 2]   [parte 3]   

 

  VEJA TAMBÉM:   A Profecia dos Papas da Monja de Dresden       

 

 

    

    MALAQUIAS NÃO CUNHOU SOMENTE UMA PROFECIA DOS PAPA, MAS A ESCATOLOGIA DE NOSSA CIVILIZAÇÃO. HÁ DUAS PROFECIAS EM UMA,  

COMO NUMA SIMBIOSE

 

 

      Após a divisa 74, quando o texto da Profecia dos Papas tornou-se conhecido, não muitas divisas colaram-se com vigor ao pontífice eleito, o que fez pulular os detratores em número cada vez maior.

    Estudei essa profecia atentamente, e concluí – com certeza absoluta - que Malaquias sabia quando sua profecia viria à tona, viu o perjúrio contra ela, e assim, como Nostradamus, iludiu a todos, embutindo um segundo texto que bem poucos poderiam perceber, que faz sua “Profecia dos Papas” sair dos recônditos dos muros do Vaticano para o âmbito mundial, revelando segredos proféticos sobre a III Guerra Mundial, o Anticristo, a mudança da Igreja para Jerusalém, o socialismo cristão, e  o fim dos tempos. Na verdade, são duas profecias fundidas em uma, e há uma simbiose entre as duas.

     Malaquias não cunha, repito, tão somente uma "Profecia dos Papas", como aparenta, mas uma escatologia crística e o ocaso de nossa sociedade.Há DUAS PROFECIAS em uma. E seus sentidos se completam nesta mesclagem.

 

Para que Malaquias conseguisse cunhar duas profecias em uma foi preciso que algumas divisas não batessem - divisas essas que acham todas após o texto conhecido - e isso fez com que os exegetas espremessem as divisas ao máximo, na esperança de fazer colar a divisa ao papa eleito. Assim, algumas conclusões dos exegetas são sofríveis. E nisso se baseiam os críticos para negar a autenticidade da Profecia dos Papas.

 

    Divisas como a 86 BELLUA INSATIABILIS (A Besta Insaciável) atribuída ao papa Inocêncio XI (papado de 1676 a 1689), causam embaraço nos intérpretes.

     Ou ainda a divisa 98 CANIS ET COLUBER (O Cão e a Serpente), aplicado ao papa Leão XII (1823 – 29). A mais cáustica delas, que soa mais como uma ofensa, certamente é a divisa 93, O ANIMAL DOS CAMPOS, aplicada a Bento XIV (1740 – 58).  

  

     

Napoleão I

 

   NAPOLEÃO BONAPARTE: "A ÁGUIA RAPACE"

 

Sobressaindo entre as divisas supostamente medíocres dos séculos 17 a 19, nenhuma divisa expressa tanto a genialidade profética de Malaquias como a de número 97, AQUILA RAPAX  (A Águia Rapace), aplicada a Pio VII (1800 – 23), que foi literalmente raptado por Napoleão Bonaparte – cujo símbolo é a famosa Águia -,  que expropriou do  papado vários territórios, obras e objetos de arte (rapace).

 

 

 

               JOÃO PAULO II, “O TRABALHO DO SOL” É A DIVISA 110

   

 

  

 

 

 

 

 

 

   João Paulo II aparece na Profecia dos Papas com a divisa 110, DE LABORE SOLIS (Do Trabalho do Sol). Quando de sua eleição, questionou-se o significado desta divisa em relação ao Papa, e nenhum intérprete achou uma razão apropriada. O tempo, porém, provou que Malaquias acertou genialmente, pois a hermenêutica de sua divisa estava no seu incógnito futuro: suas numerosas viagens pelos quatro cantos do mundo, de sol a sol, fazendo um trabalho que o postula a ser canonizado.

   Essa divisa atribuída a João Paulo II já fazia sucesso séculos antes, pois muitos grandes profetas posteriores a Malaquias também codinominaram João Paulo II de o Papa Solar.

 

 

 

A divisa 111 é DE GLORIA OLIVAE

 (Da Glória da Oliveira)

 BENTO XVI 

 

Muita especulação causou a divisa. Mas agora, conhecido o novo pontífice, seu nome está ligado (como ele próprio mencionou) a São Bento, fundador da Ordem dos Olivetanos.

 

A oliveira é o símbolo de Israel: o atual papa foi membro da Juventude Nazista, serviu o exército nazista quando tinha 19 anos - portanto, mais do que ninguém ele conhece o horror do pogrom movido pelos nazistas contra o povo do qual Jesus é originário.

Israel venceu, e recuperou sua terra natal.

Bento XVI está com viagem marcada para Israel, apesar do affair do arcebispo nazista inglês, que negou o Holocausto, e que, apesar de ter sido excomungado por sua rebeldia, foi reabilitado por Bento XVI, mal assessorado. Sua Santidade, entretanto, admitiu que errou, e se desculpou publicamente, recebendo no Vaticano um comissão de religiosos judeus, diante dos quais afirmou sua condenação a todo ato de antissemitismo.

Acredito que isso basta para dar a divisa como cumprida.            

 

 

                                            CONTINUA

 

 

  VEJA TAMBÉM: A Profecia dos Papas da Monja de Dresden

 

          

 

O SEGREDO DA PROFECIA DOS PAPAS DE SÃO MALAQUIAS

 

Onde os outros autores pararam, este autor  vai muito mais além. O autor dá um novo enfoque para uma das mais importantes Profecias de todos os tempos. Uma outra realidade, uma primorosa análise da profecia arcana de  São Malaquias. TOTALMENTE ILUSTRADO.

 

       LIVRO ELETRÔNICO OU IMPRESSO  aprox. 230 páginas    [livraria]