DESDE MAIO

DE 1999

NOSTRADAMUS - A HORA DA VERDADE

O MAIOR, MELHOR, E MAIS SÉRIO SITE EM PORTUGUÊS SOBRE NOSTRADAMUS

 

 Site editado por Wilson A de Mello Franco - Autor de 20 livros sobre Nostradamus.

FINALMENTE VOCÊ ENCONTROU UM SITE DE VERDADE SOBRE NOSTRADAMUS!

 

Menu Nostradamus

Menu Profecias

Contato - Imprensa

Cabala

Livros do Autor do Site

 ® DIREITOS RESERVADOS - EDITORA SÉCULO XXI LTDA

 Proibida a cópia de qualquer parte deste site, para qualquer fim, sem autorização dos autores.

 LEI 9610 dos Direitos Autorais, de 1998.      

 

PROFECIA DA  GRANDE PIRÂMIDE

Texto, gráficos e interpretação dos gráficos: Wilson A de Mello Franco

 

Apesar de receberem os nomes de três faraós da IV dinastia - Quéfren (irmão de Queóps), Miquerinos (filho de Queóps), e a maior delas o próprio nome de Queóps, ou Khufu, que é seu nome egípcio, não se sabe ao certo quando as três famosas grandes pirâmides do Egito foram construídas. É muito provável que a Grande Pirâmide não tenha sido construída pelo faraó que lhe empresta o nome. A IV dinastia governou o Egito cerca de 1450 anos a.C., mas alguns pesquisadores afirmam que a Grande Pirâmide é muito mais antiga, remontando o tempo da Atlântida, uns 10 mil anos a.C..

 

Ladeando as pirâmides, como que guardando-as, está o monumento da esfinge - com suposta cabeça de Quéfren, e corpo de leão, "cujas origens se perdem no tempo", conforme diz uma inscrição dessa mesma IV dinastia, à qual Queóps teria pertencido - pois há estudiosos que discordam disso, e situam seu reinado em mais de quatro mil anos a.C..

 

Crê-se que a esfinge e a Grande Pirâmide tenham sido construídas na mesma época. Julga-se também existir um túnel ligando a esfinge à Grande Pirâmide, e que ambos os monumentos eram, na verdade, câmaras iniciáticas. Estudiosos chegam a datar a esfinge em até dez mil anos de idade! Como se vê, o enigma está  longe de ser solucionado.

 

   

A GRANDE PIRÂMIDE E AS PROFECIAS

 

    As prováveis profecias contidas na Grande Pirâmide não são textos ou inscrições, mas estariam embutidas nas medidas dos aposentos internos, as câmaras e corredores do monumento. Cada reentrância no piso, fazendo-se a conversão pelas polegadas piramidais - a medida básica da construção do monumento -, constituiria uma data profética, sem qualquer indicação textual local. Ressalte-se novamente que não há inscrições nas paredes ou piso, nem em qualquer outro lugar. Representariam, segundo os piramidólogos, uma cronologia específica profética, sem narração de qualquer fato - exceto algumas alegorias contidas no Livro dos Mortos que, na verdade, contém a chave do mistério. Tudo é, portanto, bem ao contrário das profecias tradicionais, que raramente mencionam datas, senão somente fatos.

 

  

     

 A CRONOLOGIA PROFÉTICA DA GRANDE PIRÂMIDE

 

     Nada indica que os corredores e aposentos existentes dentro do monumento tenham sido construídos ao acaso; pelo contrário, há  uma ordem visivelmente intencional.

 

     Várias hipóteses foram aventadas a respeito da cronologia profética, baseando-se nas medidas em polegadas sagradas. Nessa heurística, a hipótese mais aceita é a descrita por George Barbarin em seu livro O Segredo da Grande Pirâmide, onde afirma, com provas concretas, que o calendário do monumento se estende por seis mil anos, equivalente à totalidade da era de Adão.

    Todavia, a linha cronológica de Barbarin aára num ponto localizado no centro da antecâmara – onde o ano apontado é 2001 d.C.

Na verdade, a linha do tempo prossegue até chocar-se com a parede por detrás do sarcófago.

     As datas proféticas seriam determinadas a partir das intercessões da linha do tempo com as saliências dos recintos, tais como degraus, paredes, etc. Cada polegada piramidal representaria um ano. Há também uma variação constatada na datação, de um dia. Fuso horário?

 

 

 

     O LIVRO DOS MORTOS E A CRONOLOGIA DA GRANDE PIRÂMIDE

 

            O Livro dos Mortos assinala que os pequenos corredores simétricos (antes da Antecâmara e depois dela) ‚ é o "HALL DO JULGAMENTO DAS  NAÇÕES" - denominado PERÍODO DO CAOS. Assinala também que este é o "SEGUNDO VÉU" - "O VÉU DA TRIBULAÇÃO E HUMILDADE, A HUMILHAÇÃO FINAL".

 

     Aqui, alguns intérpretes julgam tratar-se da predição da II Guerra Mundial. Mas, segundo a localização da marca,  a profecia se refere, de fato, à segunda fase da TERCEIRA GUERRA, depois da trégua representada pela saleta do Hall do Julgamento das Nações. Tanto as mensagens de Nossa Senhora como a de muitos profetas - Nostradamus entre eles - falam dessa "trégua" durante a III Guerra Mundial, que, de fato, será um prelúdio para a grande guerra atômica. A III Guerra Mundial terá três fases, e um prelúdio. O prelúdio começou em 11 de setembro de 2001, com os atentados nos EUA, deve durar alguns anos, enquanto os EUA levam sua guerra antiterror no Oriente Médio.  

 

  

           OS "ÚLTIMOS TEMPOS" DA NOSSA ERA

 

   A Grande Pirâmide abrangeria, profeticamente, três grandes Eras Cíclicas Solares. Os 2144 anos a.C. perfazem a era anterior à Cristã, chamada de Era de Peixes. Estamos, portanto, no final de uma Era e início de outra, já denominada Era de Aquário. Mais que isso: estamos no fim de um ciclo evolucionário da grande era Adâmica - iniciada há seis mil anos, segundo vislumbramos na Grande Pirâmide. Isso explica porque nunca os movimentos voltados para a consciência, a gnose, os UFOs, a paranormalidade estiveram tão em moda. Aos que negam tais fenômenos eu perguntaria: Como explicar um Edgar Cayce, e tantos outros fenômenos seguramente autênticos?

 

     Em meus livros o leitor poderá encontrar todos os detalhes desta profecia espetacular, incluindo os gráficos que mostram que a cronologia da Grande Pirâmide se estende até por volta de 2040.